Pular para o conteúdo

ALÔ MP… – Vereadores de Sambaiba denunciam obras superfaturadas e irregularidades na atual administração

Vereadores da cidade de Sambaiba denunciam supostas irregularidades em váiras obras da atual administração municipal, no comando do Prefeito Dr. Raimundo Santana.

Os valores apontados nas recentes obras da Prefeitura, tem chamado atenção da população e dos vereadores da cidade, que suspeitam de superfaturamento. Uma delas foi a construção de um muro em uma unidade hospitalar e a reforma de uma escola, ambas no povoado Vereda de Cima.

Pintura da escola custou cerca de R$ 50 mil reais

 

Pra se ter uma idéia, a "reforma", pintura na escola municipal custou cerca de R$ 50 mil, já a construção de um muro da UBS Manoel Dias Borges, equivalente a 260 metros quadrado, custou para os cofres público do municipio o valor de R$ 84 mil reais.

A situação não para somente por ai, já em outro povoado  do municipio chamado Ananais,  a reclamação dos moradores é constante, tanto na educação como na saúde. A falta de atendimento hospitalar e de medicamentos são fatores que mais causam revolta na população.

Uma moradora indignada com as falhas na saúde do município desabafa:

Se é pra ir à cidade de Balsas fazer consulta e comprar o remédio, não precisa vim médico pra cá, aqui há necessidade do médico e a medicação, só o médico não resolve, VAI FAZER CHÁ DA RECEITA PRA TOMAR?", finaliza.

Em outros povoados a situação é semelhante, senão pior, mostrando o desastre na atual administração pública da cidade.

Os vereadores devem criar uma comissão para investidar todas as denúncias apontadas em relação às obras citadas, e solicitar junto ao executivo local um relatório detalhado dos gastos aplicados nas mesmas.

Nossa equipe tentou entrar em contato com o prefeito de Sambaiba, Raimundo Santana,  até o fechamento da matéria não conseguimos falar com o mesmo, desde já o blog está aberto para qualquer esclarecimento, se houver.

Acompanhe abaixo uma reportagem realizada em Sambaiba.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *