Pular para o conteúdo

Os Correios vão virar uma operadora de celular a partir de fevereiro. Batizada de MVNO, sigla em inglês, a novidade móvel virtual tem como alvo o público das classe C e D e pretende apostar na alta capilaridade dos serviços, com 12 mil agências.

 Com a autorização do Ministério das Comunicações, a criação da operadora tem como proposta alcançar um milhão de usuários até o fim do ano. Segundo informações do Olhar Digital, os Correios fecharam acordo com uma empresa para prestar serviços, já que não haverá estrutura própria.

Como MVNO, os Correios não terão infraestrutura própria. A estatal fechou acordo com a empresa EUTV, também conhecida pelo nome fantasia Surf Telecom, para prestação do serviço. Curiosamente, a Surf também é uma MVNO, que usa a infraestrutura da TIM para operar nacionalmente.

Inicialmente, a ideia da estatal é comercializar, somente planos pré-pagos. Os chips e as recargas poderão ser compradas nas agências pelo Brasil.

Policiais Militares dispararam seguidas vezes em direção do interior do presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal, por volta das 13h, desta terça-feira (17), após novo momento de tensão entre facções rivais.

 Os tiros foram disparados das guaritas que cercam o presídio. Ainda não há confirmação oficial sobre a munição utilizada.A reportagem presenciou o uso de pistolas pelos PMs. A polícia afirma que utiliza apenas armas não letais, como as que disparam balas de borracha. Questionada pela reportagem, a corporação disse que a o orientação para os PMs é apenas esta.

No sábado (14), 26 detentos foram mortos em mais um massacre em penitenciárias brasileiras neste ano. Ainda não há confirmação oficial do Estado, mas a causa dos disparos pode ter sido uma tentativa de invasão dos presos a uma ala em que estão detentos de facções rivais.

Detentos do presídio de Alcaçuz seguem livres dentro dos pavilhões e ainda ocupam os telhados da detenção nesta terça (17). O governo do Estado afirma que vai reformar o presídio para construir um muro separando as duas facções que controlam o local.

Nesta segunda (16), policiais militares entraram no presídio e retiraram cinco homens que, segundo o governo do Estado, lideraram o massacre que matou 26 presos no último sábado (14). Eles foram transferidos. O governo do Estado, no entanto, não revelou qual foi o destino.

A maioria dos mortos pertence ao Sindicato do Crime do Rio Grande do Norte, facção criminosa que domina a maioria dos presídios do Estado. O Sindicato é uma dissidência do PCC (Primeiro Comando da Capital) surgida por volta de 2012 da qual todas vítimas faziam parte. A detenção está dividida em dois setores. Em um lado estão detentos do PCC e do outro, do Sindicato do Crime.

O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Wallber Virgulino, afirmou nesta segunda que a polícia controla o presídio com agentes nas guaritas, mas reconheceu que a situação da estrutura é precária. "Os pavilhões estão destruídos e eles sobem nos telhados para tentar se defender", disse.

Dono da franquia em São Luís diz que não quer conflito com taxistas. Sindicato diz que irá protestar.

O aplicativo brasileiro de mobilidade Yet Go, novo concorrente direto da gigante Uber, já está funcionando em São Luís, em fase de testes. O serviço estará disponível de forma oficial nos próximos dias na capital, com previsão para esta sexta-feira (20), segundo o dono da franquia no Maranhão, Yuri Mota.

O serviço irá oferecer corridas mais baratas do que as corridas de táxi, em quatro categorias: comum, luxo, táxi e mototáxi. Por meio do aplicativo, o passageiro poderá saber quanto irá pagar pela corrida antes mesmo de pedir o serviço. “Vamos otimizar a qualidade do serviço de mobilidade em São Luís”, afirmou o idealizador do aplicativo em São Luís.

A tarifa prevista para ser cobrada é de R$1,70 para o carro comum e R$ 2,00 para o de luxo, por quilômetro percorrido, com tarifa base de R$ 3,00. A economia pode chegar a 40%, em relação às tarifas praticadas pelos táxis em São Luís.

Em relação aos táxis do aeroporto, o serviço pode ficar até 70% mais barato que o concorrente.

Segundo Mota,na capital maranhense, mais de 700 motoristas já estão cadastrados para operar no serviço. Entre os critérios para ser aceito e se tornar um motorista do Yet Go, o candidato precisa ter um veículo  fabricado a partir de 2010, ser maior de 19 anos e passar por análise de documentação e antecedentes criminais.

Questionado sobre o diferencial do aplicativo Yet Go em relação ao Uber – gigante norte-americana com extensa rede em todo o Brasil -, Yuri afirmou que a principal diferença está na contratação de taxistas e mototaxistas. “Não queremos conflito”, afirmou Mota. “Muitos taxistas já nos procuraram para fazer parte do nosso serviço, que será de qualidade, barato e rápido”, garantiu.

Yuri Mota também garante que as tarifas do aplicativo não serão dinâmicas, isto é, não mudarão por conta dos períodos (dia, tarde ou noite), baixa ou alta temporada, não tendo, portanto, a chamada “bandeira 2”.

Todos os meses, a promoção “Yet10” irá oferecer corridas por R$ 10 para qualquer lugar do município.

 

Fonte: MA10

Uma tentativa de fuga de presos foi registrada em uma das unidades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, ontem(15),  pouco dez detentos não conseguem escapar de uma das celas da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR).

Equipes de segurança evitaram a fuga depois de descobrirem um buraco aberto pelos presos na área da triagem. De imediato o local foi isolado e os presos que tentaram a fuga irão responder um procedimento disciplinar.

 

Diante de toda a crise instalada no sistema prisional do país, o secretario de Administração Penitenciária do Estado do Maranhão, Murilo Andrade assegura que não há com que se preocupar com a aparente "calma" no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

3

Campeão brasileiro de Jiu-Jitsu flagra sua esposa com pastor da Igreja Mundial em um shopping e veja o que acontece no video abaixo.

 

1

Lixo acumulado em local impróprio já incomoda. E se esse lugar é a calçada de uma escola, aí a gente fica muito irritado. Na manhã de hoje(16), pessoas que passaram pela escola Luis Viana, na Alemanha se assustaram ao ver a quantidade de lixo acumulado na calçada da unidade educacional.
“Estou indignado com a situação aqui no bairro, onde os próprios moradores depositam lixo na calçada da escola. Fico pensando: como a população, os próprios moradores do local, talvez até pais e mães de crianças que estudam nessa escola, jogam lixo lá!”, reclama o morador.
O morador disse inclusive que a coleta de lixo no bairro é realizada, que não há necessidade de fazer da escola um lixeiro. Já foram feita várias ações na comunidade para que os moradores tome consciência que a unidade escolar não é local adequado para se jogar lixo. Principalmente pelo fator da saúde das crianças que ali estudam.

O Ministério da Educação (MEC) abriu hoje(16), o Sistema Informatizado do Financiamento Estudantil (SisFies). A etapa refere-se aos contratos do 1° semestre de 2017. De acordo com a pasta, a medida tem o objetivo de evitar problemas na conclusão do processo antes do início das aulas.

Dessa vez, já no início deste mês, as instituições de ensino superior poderão iniciar os processos de renovação que, posteriormente, deverão ser validados pelos estudantes. O prazo vale somente para contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016. As novas inscrições estão previstas para fevereiro, segundo processo de seleção conduzido pela Secretaria de Educação Superior (Sesu), do MEC.

De acordo com o ministério, cerca de 98% dos estudantes conseguiram renovar o financiamento, o que totalizou um orçamento de R$ 8,6 bilhões. O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O aluno só começa a pagar a dívida após a formatura. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.

Todo semestre os estudantes precisam fazer a renovação dos contratos. O aditamento do segundo semestre de 2016 foi liberado após a aprovação pelo Congresso Nacional de projeto de lei que concedia crédito suplementar ao MEC. Com isso, a pasta quitou dívidas relativas aos pagamentos com serviços de administração de contratos prestados por bancos. Dessa forma, os repasses às instituições privadas de ensino superior formam normalizados.

No final da tarde deste domingo (15), o Governo do Rio Grande do Norte confirmou que vinte e seis presos morreram na rebelião da Penitenciária de Alcaçuz: a mais violenta da história do estado.

Anteriormente, havia sido divulgado que 27 presos morreram, mas, de acordo com o secretário de Segurança Pública, Caio Bezerra, um deles foi computado duas vezes, já que alguns corpos foram esquartejados em várias partes.

De acordo com fontes oficiais, os corpos foram encaminhados para o Instituto de Técnico-Científico de Polícia (Itep) para que seja feita a identificação de todos os presos mortos no motim.

Legistas do Ceará e da Paraíba foram deslocados para ajudar no trabalho de identificação, que contou com um caminhão frigorífico para armanezar os corpos enquanto não acontece a liberação para os sepultamentos.

Segundo informações do titular da Sejuc, Wallber Virgolino, a rebelião começou quando presos do pavilhão 5 invadiram o pavilhão 4. Há separação entre presos de facções criminosas entre os dois presídios.

"Em termos de número de mortes essa é a maior rebelião da história do Rio Grande do Norte", disse.

Um homem foi  executado na manhã deste sábado(14), próximo a feira do peixe localizada no Bairro de Fátima. A vítima após ser atingido por dois disparos de arma de fogo na cabeça veio a óbito no local.

A vítima foi identificada apenas como "tiaguinho" e possivelmente era morador daquela região. Ao ser morto, ele transitava em uma bicicleta cargueira.

Segundo populares, os autores dos dispares se evadiram do local. A equipe de remoção do serviço do Instituto Médido Legal - IML, foi acionada para a retirada do corpo do local.

Em Santa Inês, na BR 316 Km 265, por volta das 03h30, no Posto de combustíveis Magnolia 7 foi tomado de assalto a carreta MAN TGX de cor branca de placas QEH4540 (reboque QEM3460) carregada de cerveja.

O veículo seguia de Caxias/MA para a cidade de Belém/PA. Não conseguindo manobrar o veículo para adentrar em via de estrada de chão, o veículo foi abandonado, juntamente com a carga, no km 247 da BR 316, área da reserva indígena Guajajaras.

O motorista não soube informar quantos elementos o renderam no pátio do Magnólia 7, nem o veiculo que utilizaram, por conta de ter sido encapuzado.

Segundo o motorista os bandidos pareciam ser de outro Estado, por conta do sotaque.

Ocorrência atendida pela equipe de PRFs da UOP de Santa Inês.

Fonte: Blog Luis Cardoso