Pular para o conteúdo

Moradores de diversos bairros da cidade de São José de Ribamar vem utilizando das redes sociais para mostrar a verdadeira realidade que se encontra a infraestrutura do município.

Prefeito Luis Fernando Silva

É visível o descaso que o prefeito Luis Fernando Silva (PSDB) vem tratando a população ribamarense. E pra piorar a situação, o atual gestor parece não estar nem um pouco preocupado com a opinião pública. O mandatário da cidade usa alguns de seus aliados políticos e comandados para disseminar a mentira de uma administração forte e transparente.

Mas, pra quem mora no município sabe que a mentira é o principal trunfo da atual gestão, onde tem sido recheada de falhas e irregularidades. Principalmente em contratos duvidosos e superfaturados.

E seguramente o prefeito "Luis Malvadeza" como tem sido chamado por grande parte da população da cidade balneária, vai apresentar aos ribamarenses, seus candidatos nas eleições de 2018.

Veja nas imagens abaixo, a realidade que o prefeito Luis Fernando Silva, não tem como negar. Fotos do bairro Alto do Itapiracó, naquele município.

 

A prefeitura de São Francisco do Brejão, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, iniciou nesta terça-feira (20) os trabalhos de recuperação das estradas vicinais.

A primeira frente de serviço teve início na principal vicinal do município (Brejão – Centro do Robertão), que começa logo após a ladeira, nas proximidades do parque de vaquejada.

De acordo com o secretário Ivan Cavalcante, esta primeira etapa contemplará as estradas que ligam a sede do município ao Centro do Zezinho, Centro do Robertão (Vila Leal) e Brejinho. Recuperando dezenas de quilômetros da malha viária municipal.

Os trabalhos estão sendo feitos à base de raspagem (para minimizar o impacto das “costelas de vacas”) e reposição de piçarra em trechos críticos. Logo neste primeiro dia, as máquinas já chegaram nas proximidades do Laticínio Juliana.

E o trabalho segue nestes próximos dias, conforme afirmou Wilton Teixeira, adjunto de Infraestrutura, que estava acompanhando as máquinas esta tarde.

Depois de verificar de perto o sério problema enfrentado pelas duas comunidades da Santa Efigênia e Geniparana e reunir com segmentos comunitários, o vereador Cézar Bombeiro (PSD), através da Câmara Municipal de São Luís, solicitou ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado da Infraestrutura, que em parceria com a Prefeitura de São Luís, seja feita a construção de uma ponte que interligue as duas comunidades facilitando a socialização entre elas e os deslocamentos.

No local havia uma ponte de madeira, construída pelos moradores dos dois bairros, que não resistiu por muito tempo e as últimas chuvas acabaram por destruí-la totalmente. O vereador Cézar Bombeiro destacou que as duas comunidades enfrentam sérios problemas com impactos sérios na saúde, educação e infraestrutura, mas de acordo com os anseios coletivos para os moradores da Santa Ifigênia e Geniparana, a ponte está dentro do fator primordial, afirmou o vereador.

Os moradores da Cidade Operária agonizam com o esquecimento do poder público no bairro. As fotos mostram o que a comunidade tem passado, sem nenhum tipo de infraestrutura até mesmo para ter seu direito de ir e vir assegurado. Lamentável!

Esse pequeno desnível no asfalto, fica na avenida Norte Externa, próximo ao Viva Maiobinha, e pasmem, ele já estar enfeitando a comunidade há muito tempo, para alegria maior de moradores, condutores de veículos e pedestres. É brincadeira essa situação.

Essa imagem mostra o que seria um muro de uma unidade escolar do Estado, completamente tomado por lama, oriunda dos buracos da via. Lamentável, palavras já nos faltam, pois diariamente registramos o descaso do nosso gestor municipal.

 

A forte chuva que atingiu São Luís desta quarta-feira (1º), causou diversos transtornos para os moradores e motoristas que precisam transitar pelo bairro do renascença.

Segundo os moradores, essa situação é esperada por todos, quando começa o período chuvoso. Devido a falta de drenagem da localidade, causando diversos prejuízos a moradores e até mesmo motoristas que transitam pela via.

O velho problema conhecido por todos é da Rua dos Pardais, que todo ano deixa motoristas em pânico devido o alagamento que deixa carros submersos.

Com a continuidade das chuvas o risco iminente de deslizamentos é a preocupação dos populares da região.

Todo ano é a mesma coisa e a prefeitura nunca faz nada. É só descer chuva que a avenida fica desse jeito, não sabemos pra onde vai o dinheiro que pagamos do IPTU, uma vergonha e um descaso do poder público", lamentou um morador.

Não há prazo para a liberação da BR-010 no Km 323 no trecho que liga as cidade de Açailândia e Itinga do Maranhão, após abertura de uma grande cratera que tomou parte da rodovia.  O asfaltou cedeu devido as fortes chuvas que acontecem na região.

A Polícia Rodoviária Federal resolveu interditar a via para o trânsito de véiculos na noite de ontem(22), devido o grande risco de acidentes e com receio do asfalto ceder mais e causar uma tragedia de grande proporção a motoristas que utilizam da rodovia.

 

2

As chuvas tem deixado estragos e tem levado muitos transtornos para os alunos da escola municipal Acto Juvêncio Nogueira, no bairro do Tijupá Queimado no município de São José de Ribamar. O cenário é estarrecedor aos olhos de quem passa pelo local, o mato, a lama e os buracos são as cenas principais dos alunos, professores e funcionários da unidade escolar.

O mato toma de conta da escola

Os acidentes que ocorrem na rua é constante, mediante a grande quantidade de buracos que existe. Os gestores públicos só aparecem no período que é conhecedor de todos, "eleitoral", com promessas e palavras de esperança aos moradores.

O estado deprimente da Rua Nova

As notas de justificativas dos órgãos responsáveis são previsíveis, tipo: "já estamos mapeando toda região para inclusão no planejamento de recuperação", "enviaremos técnicos ao local para realizar levantamento do que será feito" e por ai vai.

O acesso dos moradores é altamente comprometido

O mais cômico de tudo isso é o nome da via, "Rua Nova". Aos moradores e usuários da via resta a consciência do prefeito Luis Fernando, juntamente do seu secretário de obras, atenderem as necessidades dos moradores e principalmente dos alunos que são prejudicados com a paralisação da escola por falta de estrutura de acesso ao prédio.

 

2

Moradores da Coreia de Cima e adjacências estão indignados com a falta de limpeza e estrutura física na Praça da Bíblia, localizada próxima ao Corpo de Bombeiros no centro de São Luís.

A principal revolta da comunidade, que há muito tempo vem por meio de documentos junto ao órgão responsável,  é que o logradouro está a mercê do abandono. O espaço comunitário, que fica entre vários bairros, não vem recebendo atenção da administração municipal como deveria. Lixo, mato alto e segurança, são os principais problemas que os frequentadores vêm enfrentando todos os dias.

partes das árvores da praça estão caindo com as chuvas

A segurança é o fator principal dos moradores, uma vez que o posto policial foi desativado ainda na administração de Roseana Sarney. Moradores já fizeram vários abaixo assinados no afã do posto ser reativado para melhorar a segurança da comunidade, e também dos transeuntes que diariamente utilizam do espaço para escola, trabalho e aos pais que levam seus filhos para momento de lazer na praça.

Lixo na praça não é recolhido

 

 

 

1

Um logradouro com valor arquitetônico, social e patrimônio do nosso povo, vem aos poucos se deteriorando com o passar do tempo e com o descaso do poder público de nossa capital.

 

A Praça João Lisboa por ser um espaço arborizado, hoje, mesmo com o descaso e a falta de conservação do poder público, o logradouro ainda recebe um grande fluxo de pessoas, muito influenciado pelo movimento dos prédios históricos localizados em seu entorno, como o dos Correios e Telégrafos, Senhores de mais idade e aposentados também costumam frequentar a praça para ler jornais,  jogar damas, alimentar pombos ou simplesmente conversar.

 

UM POUCO DA HISTÓRIA 

Em São Luís, no antigo Largo do Carmo, ladeado pelas ruas do Sol, da Paz e do Egito, no Centro, está praça que leva o nome do jornalista maranhense, que recebeu este nome por decreto municipal de 28 de julho de 1901. No local, um grande monumento em bronze, com pedestal de mármore, erguido em homenagem a João Lisboa no ano de 1918 pelo escultor francês Jean Magrou.

Antigamente, a praça era o coração de São Luís, onde se reuniam intelectuais e políticos para comentar a vida da cidade e discutir arte, política e literatura. Durante este período o logradouro também ficou conhecido como Praça da Liberdade. Os bondes também passavam por ali.

imagem da internet

 

 

1

As fortes chuvas que vem ocorrendo esses últimos dias em São Luís tem causado  acidentes, estragos e ainda deixa um rastro de perigo a vários bairros da cidade.

Barranco no bairro do Sacavém

No bairro Salinas do Sacavém, uma das áreas consideradas de risco de desabamento pela Defesa Civil, moradores do bairro temem um desabamento, pois na região há um barranco que pode causar um novo deslizamento de terra com a chegada das chuvas.

Além disso, em vários pontos da capital maranhense alagamentos se formaram com a água da chuva e pedaços de asfalto se cederam em virtude da falta de infraestrutura e conservação do material.

EM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

Rodovia MA - 201 em São José de Ribamar

Como foi o caso da rodovia MA-201, no município de São José de Ribamar, situada na Região Metropolitana de São Luís, onde o asfalto se abriu bem no meio da via, dificultando a passagem de motoristas pelo o local e facilitando possibilidade de acidentes com pedestres.

Na Avenida Nossa Senhora da Vitória, que liga os municípios de São José de Ribamar e São Luís, um motorista de um veículo ficou atolado em meio à lama que se aglomerou no espaço.