Pular para o conteúdo

Durante pronunciamento na sessão desta quarta-feira, 25, o deputado estadual Júnior Verde destacou a inauguração do Mercado do Peixe, nos próximos dias, em Imperatriz. O parlamentar esteve reunido com o secretário municipal de Infraestrutura do município, Francisco de Assis Amaro Pinheiro, esta semana, para discutir a conclusão das obras do espaço público, aguardado pela população desde 2012.

As obras do Mercado do Peixe estão orçadas em quase dois milhões de reais, recursos oriundos do Governo Federal, alocados por meio de convênio, na época, pelo Ministério da Pesca e Aquicultura.

Quando eu era superintendente, fizemos um grande evento em Imperatriz recebendo o então Ministro Marcelo Crivela, e naquela ocasião, entregamos 15 escavadeiras hidráulicas de um total de 18, pois três ainda seriam entregues em seguida a outros municípios. Equipamentos entregues por meio de emenda parlamentar dos deputados Cléber Verde, Davi Alves Silva, José Vieira, Lourival Mendes e Gastão Vieira. Agora, a cidade receberá outra grande obra que muito ajudará no crescimento econômico”, destacou.

Segundo o deputado, o espaço foi ventilado no seminário da Confederação Nacional de Pescadores do CNPA, realizado em 2012 com a participação de milhares de trabalhadores da pesca e da aquicultura. Após o evento, foi feito um ofício solicitando ao Ministério responsável a construção do Mercado, que agora encontra-se em fase de acabamento e também sediará a Superintendência Regional da SEAP, Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca.

“Sempre buscamos recursos para o Maranhão, projetos com foco no desenvolvimento, inclusive na pesca e na aquicultura. Aqui agradeço ao deputado federal Cléber Verde pelos seus esforços em conjunto conosco, na Superintendência Federal da Pesca, e com muito orgulho, deixaremos mais este legado para nosso Estado”, concluiu.

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) reuniu-se nesta segunda-feira, 09, com o presidente da CAEMA, Carlos Rogério, para apresentar demandas de investimentos para o município de Paraibano. O parlamentar estava acompanhado do vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Ricardo Campos, e ouviu do gestor da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão a destinação de 3,2 milhões de reais em construção de redes de distribuição, poços artesianos e revitalização do sistema de abastecimento de água no município.

A visita ao presidente da CAEMA foi destaque do pronunciamento de Júnior Verde na Assembleia Legislativa. O deputado informou ter apresentado quatro Indicações somente para Paraibano, além de ter destinado emenda para obras de calçamento.

“Elas refletem o que nós hoje fazemos durante os nossos finais de semana, agendas intensas de trabalho dedicadas sempre aos municípios maranhenses. Foi por isso que ontem destacamos as diversas agendas que tivemos a oportunidade de ter em várias Secretarias de Estado”, destacou.

Carlos Rogério comprometeu-se a realizar a revitalização do sistema de abastecimento de água na Vila Maurício, que atende três bairros: Vila Maurício, Subestação e Vila Guilhermino Brito. Um técnico da Companhia já foi designado para uma análise.

“Já serão feitas algumas intervenções como limpeza e desobstrução da rede nessa região, mas a CAEMA também já tem um procedimento licitatório, no Processo 12.010/2018, que prevê a ampliação do sistema de distribuição com 6.500 metros de rede e limpeza de oito poços artesianos, beneficiando mais de 350 famílias. Política de resultados é o que nós queremos, isto é, que de fato possamos transformar as nossas proposições. Foi o que aconteceu”, comemorou Júnior Verde.

Serviços que serão realizados para a ampliação do sistema de água de Paraibano:

- 6.500 m de rede de distribuição

- limpeza de 08 poços

- 350 ligações

- perfuração de 02 poços de 500 m de profundidade

- reconstrução do prédio da CAEMA

- urbanização das áreas da CAEMA

2

Moradores do bairro Alto do Turu na cidade de São José de Ribamar,  flagaram na manhã de ontem(25) mais um ônibus que faz linha para a comunidade ser tomado por uma cratera na Avenida Principal. É possível observar que além dos coletivos ficarem atolados, outros veículos tem grandes dificuldades para transitar pela via.

A nossa equipe entrou em contato com alguns moradores do bairro para saber dos problemas enfrentados na comunidade, e o primeiro a ser apontado é na infraestrutura, o que nos confirma a ausência do poder público na região.

Segundo um morador, por várias vezes buscaram uma solução para os problemas de infraestrutura que o bairro enfrenta, mais em momento algum o prefeito de São Jose de Ribamar se mostrou preocupado com a situação da população que vive na comunidade.

"Estamos esperando o prefeito Luis Fernando vim com seus candidatos na campanha deste ano, pois aqui não terá mais vez nem voz com nosso povo", desabafa uma moradora.

Justiça propõe ação pública contra o município de Carolina por conta da falta de infraestrutura e saneamento básico na cidade.

De autoria do titular da Promotoria de Justiça de Carolina, Marco Túlio Rodrigues Lopes, a ação foi motivada por diversas denúncias de moradores, que relataram situações de esgotos a céu aberto em vários pontos do município, buracos pelas ruas e avenidas, falta de limpeza e manutenção de praças, entre outras.

Em um dos casos, moradores da Rua Travessa São Rafael disseram que não conseguem construir a casa porque a rua não foi aberta pelo município.

“Nesse caso, a Prefeitura não se desincumbiu de abrir efetivamente e criar condições habitáveis e transitáveis para a referida rua. O que existem são áreas sob completo domínio de vegetação, mato e barro, com completa inacessibilidade, prejudicando todos aqueles que adquiriram terreno no referido logradouro”, afirma Marco Túlio Lopes.

No bairro Nova Carolina, os moradores reclamam da estação de tratamento instalada no local, afirmando que não existe tratamento de fato. Eles relatam que apenas é realizada a coleta do esgoto e, sempre que transborda, especialmente em períodos chuvosos, os resíduos invadem os quintais das casas.

PEDIDOS

O Ministério Público pede que a Justiça obrigue o município a promover as ações necessárias para dar as condições de habitação, tráfego e urbanização, com a realização de obras completas que permitam a circulação de pessoas, veículos e construções de edificações urbanas e, se forem necessárias, obras de drenagem e canalização de águas de nascentes de riachos, grotas e águas pluviais.

A ação também prevê a realização de limpeza permanente de todas as áreas e praças públicas da cidade e que seja dado efetivo e correto tratamento e destinação do esgotamento sanitário, e, se houver necessidade, sejam realizadas, igualmente obras de drenagem e canalização.

Em caso de descumprimento, o Ministério Público requer a fixação de multa diária pessoal para o prefeito de Carolina, Erivelton Neves, no valor de R$ 5 mil, bem como a indisponibilidade dos bens do gestor, além do bloqueio das contas do município no montante de R$ 300 mil.

As fortes chuvas que a região metropolitana de São Luís vem enfrentando, principalmente a cidade balneária de São José de Ribamar tem deixado ruas e casas alagadas.

A Rua do Itapiracó no bairro da Maioba foi uma das que mais sofreu com as chuvas, causando prejuizos e transtornos aos moradores daquela comunidade. A coisa é tão feia, que as vias naquela região ficam praticamente intrafegáveis a motoristas e pedestres.

Uma moradora registrou de sua residência a situação que fica a Rua Itapiracó durante as chuvas. (Veja vídeo)

Esse  sim, é o retrato da atual adminsitração de Ribamar que tem se escondido dos problemas que a população tem convivido dia a dia naquele município. A revolta é muito grande da maioria dos ribamarenses, que confiaram na promessas do Luis Malvadeza, como é conhecido atualmente o prefeito da cidade.

As fortes chuvas que cairam na manhã de hoje(14) em São Luís, já causaram grandes prejuizos a moradores do Centro da capital. Em ruas próximas ao Mercado Central a situação foi assustadora a quem passou pelo local. As ruas ficaram completamente tomadas pela água, invandindo residência e obrigando moradores a sairem de suas residências.

Proprietários de veículos também foram afetados com as chuvas por conta do volume da água que ficou acumulada nas vias, impedindo a circulação e deixando os carros praticamente submersos.

Alguns moradores com medo tiveram que sair carregados de suas residências conforme mostra as fotos tiradas por um transeunte da via.

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta segunda (12), o deputado estadual Júnior Verde (PRB) destacou as reuniões que teve na semana passada com o presidente da CAEMA, Carlos Rogério, em busca de água e saneamento básico para os municípios maranhenses, principalmente os mais carentes, e São Luís, com a duplicação da adutora.

Na ocasião, o parlamentar solicitou a recuperação do sistema de distribuição de água de Sambaíba, que já foi objeto de Indicação; a construção de um poço artesiano no bairro Bela Vista, no mesmo município; e a implantação dos kits sanitários que fazem parte do Programa Mais IDH em Afonso Cunha.

Uma das visitas aconteceu com o prefeito de Sambaíba, Benedito Macedo Coutinho, conhecido por Benerru, que descreveu como a população convive com a falta de água.

Já tem o sistema construído, mas está inoperante, e falta ampliar, além de uma bomba que permita dar vazão. Nós fomos defender mais uma vez a necessidade de implantação desse sistema no município”, disse Júnior Verde.

O deputado citou ainda os 30 municípios maranhenses que fazem parte do Programa Mais IDH. “Faço referência, acompanhado inclusive na outra reunião, do prefeito de Afonso Cunha, o Arquimedes, que tem feito um grande trabalho naquele município, ao pedido de ampliação do sistema de abastecimento de água e a implantação dos kits sanitários”, informou. No encontro também estava presente o presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que no Maranhão, 83,6% das residências não possuem banheiros ou sanitários de uso exclusivo. O Estado fica atrás somente do Piauí, com 85.8%. “Essa iniciativa dos kits sanitários é para fortalecer o saneamento básico no Maranhão. Então, precisamos transformar essa iniciativa no sentido de poder não só implantar os kits dos banheiros, melhorando esses indicadores sociais, mas também pensando na geração de emprego e renda para a implantação desses kits”, acrescentou.

A vereadora Bárbara Soeiro(PSC), atendendo reivindicações de moradores de vários bairros da capital, tem protocolado junto a Mesa Diretora da Câmara de São Luís, requerimentos e indicações solicitando asfaltamento e recuperação de ruas e avenidas.

Diante da realidade em que se encontra centenas de ruas de São Luís, devidos as fortes chuvas, os vereadores aprovaram por unanimidade os requerimentos da parlamentar. Encaminharam indicação ao Governo do Estado, por meio da secretaria de Obras do Estado (Sinfra),  solicitando  recuperação da Avenida José Sarney, no bairro do Santa Bárbara, que se encontra intrafegável e com riscos constantes de acidentes aos usuários da via.

A parlamentar ressaltou que as obras de recuperação na Av. José Sarney vai melhorar significativamente o trânsito na região. Uma vez que a estrada dar acesso a vários bairros da Zona Rural I.

 

1

Com o inicio do período chuvoso, dezenas de bairros da cidade balneária de São José de Ribamar vem enfrentando grandes problemas de infraestrutura, dando dor de cabeça e prejuízos à população.

Os bairros mais afetados com as chuvas no município são os que ficam fora da sede. Estes que já não tem um sistema de saneamento básico adequado, com as fortes chuvas a situação fica mais difícil aos moradores.

Rua do Itapiracó, bairro da Maioba em São José de Ribamar

Na rua do Itapiracó, na Maioba, os buracos e a lama dificultam a passagem dos pedestres nas ruas, veiculo então, nem pensar, pois, as grandes crateras chegam a tomar conta de toda dimensão da rua. Pra se ter a idéia da gravidade e do desespero dos moradores, as empresas que realizam o sistema de transporte urbano na região, das linhas Vassoral e Pq. Jair, notificaram à associação de moradores que apartir da próxima semana, os coletivos deixaram de passar nas principais ruas do bairro por conta dos buracos nas vias.

Esse é o descaso do poder público da gestão do senhor Luis Fernando Silva, mais conhecido como o melhor prefeito planejador de São José de Ribamar", ironiza um morador da comunidade.

Enquanto os ribamarenses padecem com os inúmeros problemas que a atual administração vem estabelecendo no município em vários setores. O prefeito Luis Fernando Silva, hoje conhecido no município como "Luis Malvadeza", parece não estar preocupado com o sofrimento daqueles que confiaram seus votos a ele na útlima eleição. Pois recentemente um vídeo veiculado nas redes sociais, mostra o gestor em uma festa carnavalesca no município, oferecida para amigos e aliados, com a presença de integrantes da Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé, da cidade de São Paulo.

 

Vereadores da cidade de Sambaiba denunciam supostas irregularidades em váiras obras da atual administração municipal, no comando do Prefeito Dr. Raimundo Santana.

Os valores apontados nas recentes obras da Prefeitura, tem chamado atenção da população e dos vereadores da cidade, que suspeitam de superfaturamento. Uma delas foi a construção de um muro em uma unidade hospitalar e a reforma de uma escola, ambas no povoado Vereda de Cima.

Pintura da escola custou cerca de R$ 50 mil reais

 

Pra se ter uma idéia, a "reforma", pintura na escola municipal custou cerca de R$ 50 mil, já a construção de um muro da UBS Manoel Dias Borges, equivalente a 260 metros quadrado, custou para os cofres público do municipio o valor de R$ 84 mil reais.

A situação não para somente por ai, já em outro povoado  do municipio chamado Ananais,  a reclamação dos moradores é constante, tanto na educação como na saúde. A falta de atendimento hospitalar e de medicamentos são fatores que mais causam revolta na população.

Uma moradora indignada com as falhas na saúde do município desabafa:

Se é pra ir à cidade de Balsas fazer consulta e comprar o remédio, não precisa vim médico pra cá, aqui há necessidade do médico e a medicação, só o médico não resolve, VAI FAZER CHÁ DA RECEITA PRA TOMAR?", finaliza.

Em outros povoados a situação é semelhante, senão pior, mostrando o desastre na atual administração pública da cidade.

Os vereadores devem criar uma comissão para investidar todas as denúncias apontadas em relação às obras citadas, e solicitar junto ao executivo local um relatório detalhado dos gastos aplicados nas mesmas.

Nossa equipe tentou entrar em contato com o prefeito de Sambaiba, Raimundo Santana,  até o fechamento da matéria não conseguimos falar com o mesmo, desde já o blog está aberto para qualquer esclarecimento, se houver.

Acompanhe abaixo uma reportagem realizada em Sambaiba.