Pular para o conteúdo

4

Após assembleia realizada na manhã de hoje (12), os rodoviários decidiram entrar em greve a partir de domingo (15). Os rodoviários vão cruzar os braços a partir da meia-noite deste domingo (15) . Com isso os usúarios de transportes já devem ficar atentos com essa paralisação.

A assembleia, que durou cerca de uma hora e meia, deliberou sobre as reinvindicações da categoria. Os rodoviários alegam que há mais de 3 meses que os empresários descumpriram o acordo patronal sobre as exigência de motoristas e cobradores.

O grande fator que os rodoviários estão irmanados nesta luta, foi o acordo estendido entre a classe junto aos empresários e ministério público em relação aos trabalhadores que perderam seus postos de trabalhos devido o processo licitatório com as empresas que perderam o certame. Ficou acordado entre as partes que seria realizado um remanejamento de partes dos trabalhadores para outras empresas. De imediato foi firmado um compromisso que aproximadamente 109 trabalhadores  seriam chamados para empresas vencedoras do certame.

Mais uma assembléia vai acontecer ainda hoje(12) no Sindicato dos Rodoviários para que todos os trabalhadores participe do processo. Disse o presidente da categoria Isaias Castelo Branco.

 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou nesta quinta-feira (12) que o novo piso salarial dos professores terá um reajuste de 7,64% a partir de janeiro de 2017. Com o aumento, o salário-base passa dos atuais R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80.

O valor deve ser pago para docentes com formação de nível médio com atuação em escolas públicas com 40 horas de trabalho semanais. Segundo a pasta, o reajuste ficou 1,35% acima da inflação medida em 2016, que fechou o ano em 6,29%.

Em 2016, o aumento foi de 11,36%, o que significou um ganho salarial de 0,69% acima da inflação.

Segundo o Ministério da Educação, a portaria com o novo piso salarial será publicada na edição desta sexta-feira do "Diário Oficial da União".

Pela regra atual, a correção do piso reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Franklin de Leão, 14 estados não cumprem o piso nacional da categoria estabelecido por lei.

Para contribuir com o cumprimento do piso, o governo federal repassa 10% do Fundeb para estados e municípios.

O ministro da Educação informou que, a partir deste ano, o pagamento será feito mensalmente. Antes, o governo tinha até abril do ano seguinte para fazer o repasse.

“Vamos pagar mês a mês aquilo que seria pago só até abril de 2018”, disse.

O ministro disse que há uma demanda de prefeitos e governadores para que seja alterada a lei que define o cálculo do reajuste. Ele ponderou, porém, que não há no momento uma discussão sobre o assunto no ministério.

“O Brasil vive há algum tempo a recessão e a queda de receita de estados e municípios, mas nossa obrigação é cumprir a lei federal”, disse. “Vivemos um dilema. Limitações financeiras de estados e municípios de um lado e, de outro, a necessidade de que os professores sejam valorizados”, complementou.

Segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o impacto do reajuste anunciado para este ano será de R$ 5 bilhões aos cofres municipais. A entidade ressalta que, atualmente, os prefeitos comprometem, em média, 78,4% dos recursos do Fundeb apenas com salários dos professores.

1

O vídeo abaixo mostra momento em que uma pastora de uma igreja evangélica de Botucatu, no interior de São Paulo, quebra imagens de Nossa Senhora Aparecida gerou muita polêmica nas redes sociais.

Após ter uma repercussão negativa no Facebook, o internauta que compartilhou o vídeo apagou a publicação. As imagens foram registradas por um dos membros da igreja e mostra o ritual da igreja evangélica em que a pastora quebra a imagem da santa com um martelo, enquanto um grupo de pessoas reza.

De acordo com o portal G1, o Conselho Municipal de Pastores explicou que a prática é comum quando alguém é convertido à nova religião.No entanto, o conselho se posicionou contra a filmagem e divulgação do ato, em respeito a outras religiões.

1

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão convoca todos os trabalhadores para uma assembléia geral que será realizada nesta quinta-feira (12), com primeira chamada às 09 horas e segunda chamada às 16 horas, na sede do Sindicato que fica na Rua Afonso Pena, Centro.

Na ocasião serão discutidos vários assuntos, entre eles: o descumprimento do acordo, firmado entre Ministério Público, Sindicato Patronal (SET), SMTT e Consórcios, que determina o remanejamento dos trabalhadores de empresas que deixaram o transporte público de São Luís, para aquelas que venceram a licitação. O não pagamento de verbas rescisórias, além do 13º salário dos fiscais dos consórcios Rio Anil e São Cristovão, entre outros direitos trabalhistas.

“Estamos cansados de conviver com os mesmos problemas e não vermos medida alguma sendo tomada pelos empresários, para solucionar essas questões. Agora são os Rodoviários que vão decidir. Se as empresas de ônibus continuarem desrespeitando nossos direitos, os coletivos em São Luís vão parar”, afirma Isaías Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Do: MA10

O Instituto de Proteção e Defesa ao Consumidor do Maranhão (Procon-MA) determinou que  20 escolas particulares em São Luís, apresentem planilha de custos com o intuito de investigar suposto reajuste abusivo das mensalidades para o ano de 2017.

As escolas foram notificadas têm o prazo de cinco dias para apresentar as informações e documentos solicitados sob pena de crime de desobediência e infrações às normas consumeristas.

Na lista estão as escolas Reino Infantil, Crescimento, Dom Bosco, Batista Daniel de La Touche, Adventista, Master, Santa Tereza, Educator, Educator Educação Infantil, Centro de Ensino Upaon-Açu, Colégio Bom Pastor, Literato, Marista do Araçagy, Universidade Infantil Rivanda Berenice, CEI COC, Colégio Educallis, Escola São Vicente de Paulo, Instituto Divina Pastora, Escola Dom Quixote e Colégio Pitágoras.

O deputado de São Paulo e presidente estadual do PP, Guilherme Mussi, extrapolou o limite de faltas injustificadas na Câmara e pode ter o seu mandato cassado.

Segundo informações do "Congresso em Foco", o ex-genro do apresentador Silvio Santos faltou em 39 dos 94 dias que deveria ter marcado presença na Casa. Dessas ausências, 36 não foram justificadas.

A Constituição prevê que o deputado que "deixar de comparecer, em cada sessão legislativa, à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada" perderá o mandato. Em 2016, Mussi teve 38% de ausências sem explicação.

Ainda conforme a matéria, desde fevereiro de 2015, início da sua atual legislatura, o político esclareceu apenas 6 das suas 72 faltas. Ele compareceu em 66,7% das sessões que deveria ir.

O parlamentar tem até 30 dias para justificar as suas ausências, "exceto no caso de licença médica, cuja documentação comprobatória poderá ser apresentada a qualquer tempo". Sendo assim, não há prazo para a entrega de atestados médicos, o que pode justificar o motivo do deputado não parecer preocupado com a cassação.

"PCC, PCC. Tem de arrancar mais uma cabeça aí", diz uma voz, enquanto Adonai Leocádio da Silva, 18, algemado e diante do banner com o escudo da Polícia Militar do Amazonas, nega ser da facção criminosa paulista, e sim da rival Família do Norte (FDN).

O vídeo aparentemente foi gravado na sexta-feira (7), dia em que Silva acabou preso em flagrante sob a acusação de ter assassinado um homem a facadas na violenta zona leste da cidade. Ele confessou o crime, segundo o jornal "A Crítica".Em outro momento das imagens, um policial levanta a camisa de Silva e mostra nas costas a inscrição "PCC", aparentemente escrita a tinta, enquanto fala: "Olhaí, Zé Roberto".

Trata-se de uma referência ao líder principal da FDN, José Roberto Fernandes Barbosa, o Zé Roberto da Compensa, atualmente no presídio federal de Campo Grande (MS). Durante todo o momento, o rapaz, assustado, repete algumas vezes que não é do PCC, e sim da FDN: "Para com isso, tudo doido. FDN, FDN."

Silva foi preso seis dias depois do massacre no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim) no Ano Novo, que deixou ao menos 56 mortos, dos quais metade foram decapitados. Parte dos presos assasinados era do PCC, atualmente em guerra com a FDN, a principal facção criminosa do Amazonas.

 

Fonte: Folhapress

Quer ficar por dentro dos principais concursos mais esperados de 2017 na esfera estadual e federal?

Mais do que mera torcida, a expectativa é grande que este ano seja mais profícuo em relação à realização, ou pelo menos, autorização de novas seleções federais. Apesar das restrições orçamentárias e do compromisso renovado para com o ajuste fiscal, o governo sabe que a máquina pública não pode parar. Por isso mesmo reconhece que, apesar do anúncio da suspensão dos concursos, inevitavelmente algumas exceções serão abertas, por serem absolutamente necessárias. Inadiáveis.

Concursos federais e estaduais

Diversos órgãos já têm edital programado para o primeiro semestre de 2017, a exemplo Câmara dos Deputados e TSE em âmbito federal.

Concurso PRF

O concurso previsto será para a carreira de policial rodoviário. O esperado é que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) envie solicitação de concurso ao Ministério do Planejamento no primeiro semestre de 2017. Caso seja mantido o quantitativo da solicitação este ano, serão requisitadas 1.500 vagas.

Ainda este mês, o órgão deverá contar com uma proposta de edital para o próximo concurso para policial, elaborado pelo grupo de trabalho criado com esse fim. O cargo tem requisito de formação superior em qualquer área e carteira de habilitação na categoria B ou superior.

Concurso PF

A PF espera pela confirmação de disponibilidade orçamentária para oferecer 558 vagas. Da oferta total, 491 é para delegado e 67 para perito. O órgão possui autonomia para a abertura de concurso, mas segue dependente do aval do Planejamento para o preenchimento das vagas.

Para ser delegado da PF, é preciso ter o bacharelado em Direito e três anos de experiência em atividade jurídica ou policial. Já para perito, é exigido formação superior relacionada à área de atuação (são várias). Nos dois casos, também é preciso ter a carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Concurso Abin

O órgão solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão a inclusão de 650 vagas na Lei Orçamentária Anual de 2017, que precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional. O pedido é para que as vagas tenham provimento escalonado: as nomeações seriam divididas em quatro anos, entre 2017 e 2020. A solicitação abrange 250 vagas de oficial de Inteligência, 200 de oficial técnico de Inteligência, 90 de agente de Inteligência e 110 de agente técnico de Inteligência.

Concurso DPU

Defensoria Pública da União (Concurso DPUabrirá, no próximo ano, um novo concurso para o cargo de Defensor Público Federal de Segunda Categoria. De acordo com informações do setor de recursos humanos do órgão, ainda é aguardado um parecer da administração superior do órgão para que possa ser definida a oferta de vagas do novo concurso DPU – Defensor Federal.

Para concorrer, será preciso formação em Direito, além de três anos de atividade forense comprovada. Atualmente, um Defensor Público Federal de 2ª Categoria recebe um subsídio de R$ 17.330,00, além de R$ 799,00 a título de auxílio-alimentação e de R$ 215,00 de reembolso de plano de saúde.

Concurso MPU

O concurso para técnico (nível médio ou médio/técnico) e analista (superior) do Ministério Público da União (Concurso MPU) é um dos mais aguardados. As carreiras estão entre as principais do serviço público federal, sendo duas das mais disputadas pelos concurseiros/as de todo o país, em função dos vencimentos, benefícios e status que oferecem. No momento, o órgão tem concurso em validade até julho de 2017, mas como demonstra a tradição, sempre se dá início aos preparativos de um novo certame de 8 a 10 meses findo o prazo da última seleção.

Outro fator que fortalece a abertura de uma seleção para o MPU é a previsão orçamentária de mais de 600 vagas, além de órgão contar com cerca de 1.762 cargos vagos para as carreiras de técnico e analista.

Então, possivelmente, em 2017 se dará início aos preparativos de um novo certame, e os candidatos devem ficar atentos e iniciar a preparação.

Concurso Senado Federal

O órgão conta com mais de 900 cargos vagos para as carreiras de analista, consultor e técnico legislativo. Com isso, acende o alerta para realização de um novo concurso, uma vez que o último venceu no início deste ano e é preciso recompor a mão de obra para não paralisar os trabalhos.

Concurso Câmara dos Deputados

Conforme informação da Coordenação de Recrutamento e Seleção, do Centro de Formação e Treinamento/CEFOR, está previsto a realização de concurso público em 2017 para os cargos de Técnico Legislativo e Analista Legislativo.

Concurso Receita Federal

O texto do PLOA informa que será realizado concurso em 2017 para a Receita Federal, com um total de 400 vagas para os cargos de Assistente Técnico-Administrativo, Auditor-Fiscal e Analista Tributário.

Concurso IBGE Temporário

Este concurso já está autorizado e será realizado para atender ao Projeto Censo Agropecuário 2017.  De acordo com a PLOA, o certame ofertará 82.050 vagas para os seguintes cargos: Analista Censitário – AC (250), Agente Censitário Regional – ACR (486), Agente Censitário Administrativo – ACA (700), Agente Censitário Municipal – ACM (5.500), Agente Censitário Supervisor – ACS(12.540), Agente Censitário de Informática – ACI (174) e Recenseador – REC (62.400).

Concursos 2017 – TRF’s

Concurso TRF 1

Aguardado desde em que uma comissão foi instaurada, o concurso TRF 1 está previsto para este ano. O órgão atende os seguintes estados: Distrito Federal, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins).

A oferta será para as carreiras de técnico judiciário, analista judiciário e juiz federal substituto. Valor das taxas: R$ 87,00, R$ 105,00 ou R$ 239,00.

Concursos 2017 no Nordeste

Concurso SSP MA

Segundo consta no orçamento serão abertas 100 vagas em cargos que ainda precisam ser anunciados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Concurso FUNAC MA

Segundo consta no orçamento a Fundação da Criança e do Adolescente (FUNAC) abrirá 150 vagas para carreiras de nível médio e superior. Os cargos ainda serão informados.

Concurso PROCON MA

A oferta programa para o Programa Estadual de Proteção do Consumidor (PROCON/MA) é de 10 oportundiades.

Concurso PM MA

O concurso público da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) será o grande destaque no cenário dos concursos no Estado do Maranhão. De acordo com o que consta no orçamento serão abertas 1.300 vagas.

Concurso SEGEP MA

A oferta na Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (SEGEP) será de 42 vagas.

Concurso AGED MA

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão (AGED) ofertará 100 vagas para o seu quadro de pessoal. Os cargos ainda serão confirmados.

Concurso SEPLAN MA

Na Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN) a oferta será de 20 vagas.

1

As fortes chuvas que vem ocorrendo esses últimos dias em São Luís tem causado  acidentes, estragos e ainda deixa um rastro de perigo a vários bairros da cidade.

Barranco no bairro do Sacavém

No bairro Salinas do Sacavém, uma das áreas consideradas de risco de desabamento pela Defesa Civil, moradores do bairro temem um desabamento, pois na região há um barranco que pode causar um novo deslizamento de terra com a chegada das chuvas.

Além disso, em vários pontos da capital maranhense alagamentos se formaram com a água da chuva e pedaços de asfalto se cederam em virtude da falta de infraestrutura e conservação do material.

EM SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

Rodovia MA - 201 em São José de Ribamar

Como foi o caso da rodovia MA-201, no município de São José de Ribamar, situada na Região Metropolitana de São Luís, onde o asfalto se abriu bem no meio da via, dificultando a passagem de motoristas pelo o local e facilitando possibilidade de acidentes com pedestres.

Na Avenida Nossa Senhora da Vitória, que liga os municípios de São José de Ribamar e São Luís, um motorista de um veículo ficou atolado em meio à lama que se aglomerou no espaço.