Pular para o conteúdo

IRRESPONSABILIDADE – Prefeito de Imperatriz desativa projeto que atendia mais de 300 crianças por motivação política

O prefeito Assis Ramos carimbou mais uma vez a sua incapacidade de administrar uma cidade grande como Imperatriz. Segundo relato em redes sociais, o prefeitão desativou um projeto criado pela ex-secretaria de Esporte Greycivane Lindoso que atendia mais de 300 crianças em um bairro carente do município.

O Projeto "Hip Hop" realizava diversas atividades, dentre elas o grafite, em pontos de bastante visibilidade, palestras estavam sendo realizadas em presídios como forma de mostrar aos detentos uma cidadania de forma correta. Todas as sextas-feira o espaço proporcionava às crianças e adolescentes sessão de cinema, onde a grande maioria não tinha acesso de frequentar um shopping.

Enfim, o mais absurdo de tudo é o prefeito Assis Ramos desativar este maravilhoso projeto social por conta de conxavos políticos, pois os coordenadores do espaço não aceitaram prestar apoio aos candidatos do prefeito, a candidata ao parlamento estadual Fátima Avelino e João Marcelo a federal.

Essa postura do prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, só o credencia como "mais um" que usa da máquina pública para fazer politicalha, mostrando a população local que ele não é melhor, nem pior, àquele que há dois anos atrás, tanto criticou por ter mandado prender o Major Janilson por não apoiar Rosangela Curado.
Se na administração pública de Imperatriz tais fatos acontecem de forma corriqueira, é necessário uma ação enérgica do Ministério Púbico, pois não é cabivel nos dias atuais, um gestor público usar tal crime contra a constituição. Fazer uso do poder que exerce, um curral político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *