Pular para o conteúdo

Um homem foi  executado na manhã deste sábado(14), próximo a feira do peixe localizada no Bairro de Fátima. A vítima após ser atingido por dois disparos de arma de fogo na cabeça veio a óbito no local.

A vítima foi identificada apenas como "tiaguinho" e possivelmente era morador daquela região. Ao ser morto, ele transitava em uma bicicleta cargueira.

Segundo populares, os autores dos dispares se evadiram do local. A equipe de remoção do serviço do Instituto Médido Legal - IML, foi acionada para a retirada do corpo do local.

Em Santa Inês, na BR 316 Km 265, por volta das 03h30, no Posto de combustíveis Magnolia 7 foi tomado de assalto a carreta MAN TGX de cor branca de placas QEH4540 (reboque QEM3460) carregada de cerveja.

O veículo seguia de Caxias/MA para a cidade de Belém/PA. Não conseguindo manobrar o veículo para adentrar em via de estrada de chão, o veículo foi abandonado, juntamente com a carga, no km 247 da BR 316, área da reserva indígena Guajajaras.

O motorista não soube informar quantos elementos o renderam no pátio do Magnólia 7, nem o veiculo que utilizaram, por conta de ter sido encapuzado.

Segundo o motorista os bandidos pareciam ser de outro Estado, por conta do sotaque.

Ocorrência atendida pela equipe de PRFs da UOP de Santa Inês.

Fonte: Blog Luis Cardoso

O Ministério do Trabalho informou ontem (13) que o valor da maior parcela do seguro-desemprego, paga a trabalhadores que ganhavam salário mais alto, aumentou de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72, uma diferença de R$ 101,48. O novo valor valerá para o ano de 2017.

O reajuste das parcelas do seguro-desemprego é feito todos os anos pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Em 2016, o INPC acumulou alta de 6,58%.

Lembrando que esta correção é válida para os benefícios pagos a todos os brasileiros demitidos sem justa causa, pescadores artesanais em período de defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas à de escravo e aqueles que tiveram o contrato de trabalho suspenso (lay-off).

O valor do seguro-desemprego é definido com base em uma tabela com três faixas salariais: a) até R$ 1.450,23; b) entre R$ 1.450,24 e R$ 2.417,29; c) acima de R$ 2.417,29. Recebe o valor mais alto do benefício (R$ 1.643,72) quem se enquadra na última faixa.

O valor mínimo do benefício é equivalente ao salário mínimo, que em 2017 passou para R$ 937,00.

O Estádio Municipal Nhozinho Santos, uma das principais praças esportivas de São Luís, enfim poderá ser reaberto para jogos oficiais.

Interditado por questões técnicas e de segurança desde Outubro de 2015, o secretário Municipal de Esportes, Julio França garantiu que o estádio será reaberto no dia 29 de janeiro.

Dia 29 o estádio estará apto para a realização de jogos  de pequeno porte às 16 horas, enquanto isso realizaremos outras melhorias - disse Júlio França.

Caso seja confirmado a reabertura na data anunciada pelo secretário, o jogo realizado no local será Moto x Americano, inicialmente marcado para o Castelão. O presidente do Rubro-Negro, Célio Sérgio, deixou claro o interesse de participar da reabertura do estádio municipal.

E MAIS VERBAS.... 

Após o estádio ter passado por reformas, o secretário  Júlio França aguarda a liberação de R$ 4 milhões do Ministério dos Esportes para colocar o alambrado acrílico, reformar os vestiários e ampliar os cantos das arquibancadas do estádio.

Uma operação da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC) e das Delegacias Regionais de Viana e Santa Inês, 11 homens foram presos. A quadrilha é responsável pela explosão de agência bancária da cidade de São Mateus.

O assalto ocorreu no dia 15 de dezembro do ano passado. Com os acusados foram apreendidos, um rifle ponto 44, um colete balístico e duas escopetas calibre 12.

Foram presos, Torquato Cidreira Silva, Adriana Costa Andrade, Luís Carlos Rocha Mendonça, Elionaldo Rocha Mendonça, Erbson Pinheiro Ribeiro, Jean Ferreira Magalhães, Raimundo Cicero Santos Bezerra, Wanderson Ramon Granja Pereira, Adnaldo Alves Pereira, Ezequias Narcisio Silva, Adailton Lobo.

Todos os envolvidos no crime tem passagens pela polícia pelos crimes de homicídios, roubo qualificado, porte ilegal de arma de fogo, receptação e formação de quadrilha.

De acordo com informações policiais, no dia do crime, os moradores da cidade ficaram assustados durante a explosão da agência. Ainda não há informações sobre a quantia roubada.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento à Polícia Federal de Brasília na semana passada.

Ele teria sido o última a depor no inquérito que apura se a ex-presidente Dilma Rousseff tentou obstruir a Justiça ao nomeá-lo para a pasta da Casa Civil. Ao assumir o cargo, o ex-presidente passaria a ter foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF).

As informações são da coluna Expresso, do site da revista Época, desta sexta-feira (13).

De acordo com o site, são investigadas as condutas de Dilma, do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo e dos ministros do Superior Tribunal de Justiça Francisco Falcão e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas no caso.

Já Dilma, Cardozo e os magistrados são suspeitos de negociarem acordo para que Navarro concedesse um pedido de habeas corpus para o ex-presidente do grupo Odebrecht Marcelo Odebrecht.

A Polícia Federal solicitou, nesta semana, prorrogação do prazo das investigações ao STF. Os demais investigados já depuseram à PF e negaram as acusações.

O blog Falaih Maranhão recebeu hoje(13) uma denúncia mostrando como o motorista, cobrador e fiscal  são tratados por empresários do transporte público de São Luis.

Esta é a forma que o empregadores dos transportes públicos  da capital fazem o pagamento dos salários dos seus profissionais, de maneira humilhante. Segundo denunciante, essa é a prática da maioria da empresas.

O ministério público deveria tomar uma postura em relação a este caso, pois estes profissionais além de se submeter diariamente a situações de grande risco com os assaltos diários em nossa cidade, eles não tem seus direitos assegurados em acordos prepostos por seus empregadores, e o pior de tudo com o aval da prefeitura.

Em reunião realizada na última quinta-feira, 12, o titular da 2ª Promotoria de Justiça Criminal e diretor das Promotorias de Justiça de Imperatriz, Ossian Bezerra Pinho Filho, propôs ao prefeito Assis Ramos a criação e instalação de um Gabinete de Gestão Integrada em Segurança Pública no Município.

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal deve ser um local que congregue várias instituições das três esferas de governo para a discussão conjunta dos problemas de segurança pública da comunidade local, com o fim de estabelecerem planos, metas e estratégias para o enfrentamento da violência e da criminalidade, avançando-se na gestão por resultados.

Por meio da gestão integrada, busca-se realizar uma análise ampla do fenômeno da violência no município de Imperatriz, identificando os pontos críticos que facilitam a criminalidade, como áreas segregadas e contexto urbano (falta de iluminação pública, ausência de acesso das forças policiais, etc.). Com base nessas informações, é possível analisar o problema e planejar soluções com a contribuição de todas as instituições e, ainda, fomentar o apoio popular às ações traçadas.

Dessa forma, grande parte das ações necessárias para a prevenção e o combate à violência e à criminalidade está na gestão urbana, de competência municipal, embora seja tarefa dos Estados a prestação do serviço de segurança pública.

Em 2016, foram registrados 167 homicídios em Imperatriz, revelando um quadro de violência urbana crescente na segunda maior cidade do Maranhão.

1

O tio paterno do adolescente que foi encontrado morto em Cravinhos (SP) afirma que a mãe, que confessou ter matado o próprio filho, não aceitava a homossexualidade dele. O corpo de Itaberli Lozano, de 17 anos, foi encontrado carbonizado em um canavial.

“A mãe dele não aceitava e a gente já desconfiava, porque ela não quis prestar queixa. Acho que a mãe tem que cuidar do filho e não fazer o que ela fez. Ele era um rapaz que trabalhador" disse Dario Rosa.

A mãe e o padrasto foram presos nesta quarta-feira (11), após confessarem à polícia serem os autores do crime. Em depoimento, a gerente de supermercado Tatiana Lozano Pereira, de 32 anos, contou que matou o filho a facadas durante uma discussão.

Já o padrasto, o tratorista Alex Pereira, de 30 anos, disse que levou o corpo de Lozano até o canavial, onde foi incendiado. Os restos mortais foram encontrados em 7 de janeiro, dois dias antes de a família registrar um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do jovem.

O advogado Fabiano Ravagnani Junior disse que pediu à Justiça a liberdade provisória do casal. A defesa também estuda ingressar com pedido de habeas corpus, alegando legítima defesa - a tese é de que a mãe tentou se defender do filho, ao ser ameaçada por ele, e acabou esfaqueando o jovem.

Tio paterno da vítima, Dario Rosa contou que o adolescente discutia muito com a mãe e, por esse motivo, decidiu ir morar com ele e a avó paterna, em 27 de dezembro do ano passado. Para Rosa, o crime foi motivado pelo fato de o jovem ser homossexual.

Ainda segundo Rosa, o adolescente ficou na casa da avó até a noite de 29 de dezembro, quando voltou para casa após receber uma ligação da mãe no celular. A partir daí, Lozano não foi mais visto pelos familiares.

"Chegou um carro em casa, ele entrou e saíram. Depois disso, minha mãe foi até a casa dele e perguntou. A mãe [Tatiana] disse que não sabia e falou que ele poderia estar morando na casa de algum amigo, tentando desviar a investigação”, contou o tio.

Ameaça de morte
Em depoimento na delegacia, a mãe disse que o adolescente ameaçou ela e o irmão caçula de morte. Ainda segundo a Tatiana, nos últimos meses o filho passou a usar drogas e a apresentar comportamento agressivo com a família.

O tio da vítima disse não acreditar na versão da ex-cunhada e desmente que Lozano tivesse envolvimento com drogas. Rosa também disse suspeitar que mais pessoas estejam envolvidas no crime, mas ainda não foram identificadas.

“O crime foi premeditado porque a mãe dele estava muito tranquila e, assim que fizemos a queixa, ela começou a ter um comportamento diferente. Queremos que seja feita justiça. Se realmente foi ela, vai ter que pagar e os demais que estão envolvidos também", disse.

Legítima defesa
O advogado Fabiano Ravagnani Junior afirmou que a mãe agiu pela emoção e em legítima defesa, ao ser ameaçada de morte pelo filho. Ainda segundo o advogado, o adolescente havia agredido Tatiana outras vezes.

"Ela se defendendo do filho e acabou cometendo esse homicídio. O padrasto estava dormindo e, quando acordou, a mulher falou ‘acabei de fazer uma besteira’. Ela confessou, disse que se defendeu do filho, que tem várias passagens, vários boletins de ocorrência, inclusive tentativa de sufocar o irmãozinho menor, de 3 anos", disse.

O casal deve responder por homicídio e ocultação de cadáver. Tatiana foi levada à cadeia de Cajuru (SP) e o marido à cadeia de Santa Rosa de Viterbo (SP). Ravagnani Junior disse que já pediu à Justiça a liberdade provisória de ambos. O advogado não descarta, porém, também ingressar com pedido de habeas corpus.

"Eles falaram que, na hora do desespero, levaram o corpo, porque não queriam ficar com isso dentro de casa. Levaram para um lugar e deixaram lá. Depois, foi descoberto que era o menor, e ela confessou. A emoção dela até hoje está abaladíssima", concluiu.